quarta-feira, 8 de maio de 2013

Não passa


Deste incenso aceso ao chão,
vou queimando minh’alma
sem inspiração,
em mais um dia,
nesta solidão
que não passa.

Renata Rabelo
Poetisa

Nenhum comentário:

Postar um comentário