quarta-feira, 10 de julho de 2013

Tortura

Hoje, sinto-me sufocada.
Por tuas palavras, desmoralizada.
Por teus beijos, nauseada.
Por teu toque, marcada.
Por teu sexo, torturada.
Hoje, sou apenas um ser
jogado ao chão ensanguentado,
Que lamenta o peso
de sofrer calado,
Amedrontado,
pela violência,
Que de tanto machucar o corpo,
Feriu a alma.

Renata Rabelo
Poetisa

Nenhum comentário:

Postar um comentário