sábado, 7 de setembro de 2013

Meninos

Nos dias azuis de primavera,
É tão alegre observar da janela
Nestas ruas de longas vielas,
Os meninos a correr pelas banguelas,
Atrás de grandes borboletas amarelas,
Tropeçando em pedras
E gargalhando uns dos outros,
Sem pressa.

Renata Rabelo
Poetisa

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Prece de amor


Meu bem,
Peço-te 
Que este amor que tanto guardas em teu peito,
Com efeito, 
Seja eleito
Para sempre meu.

Renata Rabelo
Poetisa

Que viva

Gosto do teu gosto,
do cheiro do teu corpo,
do doce do teu sorriso,
do teu jeito de menino, 
quando atiça o meu juízo.
Gosto de me sentir perdida,
esperando que você me siga,
me ache,
me agrida.
E então, 
aguardo o dia,
em que as tuas mãos se unirão as minhas,
enquanto esperamos que esta poesia
que traço em verso,
em linha,
Viva.

Renata Rabelo
Poetisa

Primavera

Prima-Vera,
chegaste com tuas rosas
e trouxestes contigo 
toda a poesia para a minha prosa.
E agora?

Renata Rabelo
Poestisa