terça-feira, 1 de outubro de 2013

Da minha poesia...

No REinventar da minha poesia,
A língua procura a pronuncia do verso.
Nas palavras que se alinham,
O meu texto toma forma,
Ganha sentido.
Sentimento,
Libido.
Amor de irmão,
Amor de amigo.
Que escrito,
Transcrito,
Unido,
Ao papel ríspido,
Velho,
Batido,
Adoça. 

Renata Rabelo
Poetisa

Nenhum comentário:

Postar um comentário