segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Da poesia I

Que há de ser dessa vida
sem o sorrir da poesia,
que sem preguiça
segue seu caminho?

Renata Rabelo
Poetisa

Nenhum comentário:

Postar um comentário